segunda-feira, 20 de setembro de 2010

LGBT News

Conforme falamos no "Arrumando a casa", estamos estreando nossa primeira coluna fixa no blog, a LGBT News. Ela será semanal. Todas as segundas-feiras. Aqui divulgaremos os principais acontecimentos do universo LGBT da semana anterior. O objetivo dela é ser o seu resumo semanal de notícias. Espero que gostem. Então, vamos aos fatos da semana?

Senado faz enquete sobre mudança do nome de transexuais



A cada mês, a Agência Senado promove uma nova enquete para saber a opinião dos leitores sobre projetos de lei e questões que estão tramitando no Senado.

O tema escolhido para setembro é o Projeto de Lei 72/2007 que permite a mudança do registro civil de transexuais para que o nome social conste na certidão.

O projeto tramita no Senado há três anos e prevê alteração no artigo 58 da Lei de Registros Públicos (6.015/73), tornando possível a substituição do prenome quando a pessoa for reconhecida como transexual, mesmo sem ter sido submetida à cirurgia de transgenitalização.

“A homossexualidade e bissexualidade, assim como heterossexualidade, se referem apenas à orientação sexual do indivíduo. A transexualidade se refere à identidade de gênero,” revela o autor do projeto – e então deputado – Luciano Zica.

Para participar da enquete, basta clicar AQUI.

Entidades divulgam resultado da pesquisa ‘Escola Sem Homofobia’

Serão apresentados hoje os resultados da Pesquisa Qualitativa ‘Escola Sem Homofobia’. Realizado pela Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Pathfinder do Brasil, Reprolatina, Ecos, Gale e pelo Ministério da Educação (MEC), o estudo analisou a questão da homofobia no processo educativo, focalizando as secretarias estaduais e municipais de Educação e escolas do ensino fundamental e médio da rede pública nas cidades de Manaus, Porto Velho, Cuiabá, Goiânia, Recife, Natal, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

No Recife foram pesquisadas as escolas estaduais: Apolônio Sales (Ibura de Baixo), Governador Barbosa Lima (Derby) e José Maria (Santo Amaro) além da Escola Municipal Nadir Colaço (Av. Norte). As unidades de ensino foram selecionadas de maneira aleatória entre as que cumpriram com os critérios, que incluíram: escolas estaduais e municipais que tenham ensino 6º ao 9º ano, escolas com IDEB acima da média e escolas com IDEB abaixo da média do município, escolas localizadas na região periférica do município e escolas localizadas na área central.

Em cada escola foram realizadas duas entrevistas em profundidade: uma com o/a diretor/as e uma com o/a coordenador/a de ensino. Também foram realizados grupos focais com professores, e um grupo focal com alunos. Em cada grupo focal estiveram presentes entre 8 a 10 participantes. Além disso, foram realizadas duas ou três entrevistas em profundidade com autoridades das Secretarias Estadual e Municipal de Educação.

Nesta segunda-feira os resultados da pesquisa no Recife estão sendo apresentados pelos pesquisadores da Reprolatina (Campinas-SP). Pela manhã, os dados são mostrados para os profissionais da educação e à tarde para os movimentos sociais e demais interessados, sempre na sede da Secretaria Estadual de Educação, na avenida Afonso Olindense, na Várzea.


Tiroteio deixa nove feridos em Parada Gay de Salvador


Um tiroteio durante a parada gay de Barra do Pojuca, em Salvador (BA) deixou nove pessoas feridas na noite do último sábado. Segundo a (Polícia Militar), o autor dos disparos foi um traficante da região, que circulava pela área atrás de um traficante rival. Os policiais não souberam informar se os feridos participavam do evento.

Secretário italiano afirma que 'adoção gay' favorece tráfico de crianças

O secretário de estado para as Políticas para a Família da Itália, Carlo Giovanardi, acredita que nos países onde é permitida a adoção de crianças por casais gays - entre eles o Brasil - "explodiu a venda de meninos e meninas".

Em entrevista lincada no site do jornalista Klaus Davi, conhecido na Itália por suas entrevistas a políticos do país, Giovanardi, que é aliado do premiê Silvio Berlusconi, explicou que, segundo seus dados, em países como EUA e Brasil começou "a compra e venda de crianças", já que trata-se de "um fenômeno que pode ser compreendido dentro do mecanismo do mercado".

Argentina poderá ter seu primeiro bairro gay


O grupo imobiliário argentino C y F Hábitat Gay planeja a construção do primeiro bairro exclusivo para gays no país, depois que, em julho passado, foi autorizado por lei o casamento para pessoas de mesmo sexo pela primeira vez na América Latina.

O condomínio, cuja construção deveria ser lançada em março, contaria com cem casas. De acordo com a propaganda da empresa divulgada na internet, o bairro é “para as pessoas do mesmo sexo que desejam viver o amor em casal, de forma transitória ou permanente, segundo suas preferências e direitos”.

Um dos responsáveis do projeto, Antonio Forte, afirmou que a iniciativa não é discriminatória, já que qualquer pessoa poderá morar no novo bairro, que contará, inclusive, com um lago artificial, um spa, e caminhos aeróbicos.


Pastor usa filmes pornôs gay para palestra contra a homossexualidade


O pastor ugandense Martin Sempa reuniu um grupo de pessoas para o que seria uma palestra contra a prática da homossexualidade em Uganda e todo o território Africano. Em tom fervoroso e fazendo gestos com riqueza de detalhes foi explicando para uma platéia constrangida tudo o que pode haver de mais bizarro em uma relação homossexual.

O ponto forte da palestra chega ao momento em que ele mostra pelo seu notebook cenas de filmes pornôs gays e usa o suporte das imagens para direcionar críticas a Barack Obama, atual presidente dos EUA e defensor os direitos dos homossexuais.

Juíza dos EUA declara inconstitucional veto militar a gays

O veto das Forças Armadas dos EUA ao ingresso em seus quadros de pessoas que declaram abertamente ser homossexuais viola direitos constitucionais, sentenciou uma juíza federal no sul da Califórnia, na quinta-feira (16).

A juíza Virginia Phillips, de uma corte distrital, declarou que vai baixar uma medida impedindo o governo de adotar essa política e que o Departamento de Justiça dos EUA terá a oportunidade de apelar da decisão.

A política intitulada “Don’t Ask, Don’t Tell" (“Não Pergunte, Não Fale") foi adotada pelo ex-presidente Bill Clinton em 1993, que reverteu a conduta anterior, de expulsão de gays das Forças Armadas, com base na premissa de que a homossexualidade é compatível com as tarefas militares.

A atual política permite que eles sirvam nas unidades militares, desde que mantenham discrição sobre sua orientação sexual.

Phillips tomou a decisão em resposta a uma ação contra o governo e o secretário da Defesa, Robert Gates, encaminhada por uma organização de defesa dos homossexuais, ligada ao Partido Republicano.


Site árabe quebra tabu e dá espaço a autores homossexuais

À primeira vista, o Qadita.net parece um site como muitas outras páginas em árabe encontradas na Internet, mas quem olha com mais atenção, percebe a tentativa de abordagem de um assunto considerado tabu no mundo islâmico: a homossexualidade.

No entanto, os autores homossexuais que escrevem para o site assinam seus contos e poesias usando pseudônimos. Os textos são publicados dentro de uma rubrica especial, marcada com as cores do arco-íris. Um sinal que não deixa dúvidas a respeito da orientação sexual dos autores.

Rasha Hilwi, redatora do Qadita.net, explica que o novo portal pretende ser uma plataforma isenta "de amarras religiosas, políticas e sociais". A ideia é romper com tabus e abordar temas que estimulem a sensibilidade do usuário, abrindo espaço para a liberdade de pensamento e expressão.

Embora o Qadita.net não seja a primeira publicação no mundo árabe a dar voz a autores homossexuais (em maio, uma revista online para o público gay foi lançada no Marrocos, por exemplo), a iniciativa de criar o portal é consideravelmente corajosa, pois, nos países árabes, a homossexualidade é muitas vezes desacreditado como algo "importado do Ocidente", sendo considerado imoral ou visto como um desvio de comportamento. Em muitos países, chega a ser punido com a pena de morte.

Segundo a redação do Qadita.net, o conteúdo do site permanece bloqueado nos Emirados Árabes Unidos e na Arábia Saudita.

5 comentários:

Tuka. disse...

Meu querido sobrinho haha, pois mãe so a Lilah.
Falando sério, o que eu penso é que a homofobia começa em casa, e depois na escola, porque nossa sociedade é extremamente preconceituosa e homofóbica. Tanto que vimos isso esse ano no BBB 10 e se a sociedade não rever seus atos, seus conceitos, estaremos cada vez mais em um mundo repleto de violências e preconceitos.
Vou te contar uma coisa, um dia conversando com uma conhecida, e falando sobre homossexualidade, eu comentei porque as pessoas não estranham quando veem um casal etero se beijando em publico, mas quando isso acontece com um casal homossexual as pessoas estranham, não aceitam? Ela não soube responder mas eu acho que sei responder. Porque as pessoas são educadas que isso é um erro ou pior, que isso é pecado. Só que eu sinceramente não consigo enxergar dessa forma. Se um dia, alguem conseguir me provar que isso e um erro eu prometo tentar entender, mas ninguem me tira da cabeça, que um beijo, um abraço, um amor homossexual seja pecado, seja errado, e que Deus não ame esse filho (a). Pelo coantrario Deus ama a todos nós com igualdade, não importando cor, credo, ou sexualidade.
A sociedade, os padroes precisam mudar. Eu espero que isso aconteça o mais breve possivel.
Beijo
Tuka.

Jock Dean disse...

Concordo com você, Mara, por isso acho tão importante a informação.

Bia disse...

Oi lindo!

Já votei para o projeto que dá o direito aos transsexuais alterarem o nome nos documentos. Fiquei estarrecida que, na contagem de votos, está pau-a-pau, vencendo a turma boa, do "a favor" apenas por poucos votos. Que país é esse hein? Cujo direito pessoal fica abaixo daquilo que nem é considerado direito, que é preconceito ou tolice? A intolerância, infelizmente, sempre irá existir. O que não pode é ela ser permitida e aplaudida, não é mesmo?
Bjs no coração!

Lilah disse...

DE ONDE esse senhor tirou a relação entre trafico de menores e adoção por gays? Ai g-zuis que eu ando sem paciência para essas coisas.
Tô divulgando a votação no twitter, aore. Bjs

Jock Dean disse...

Bia, eu acho um despropósito que haja esse tipo de votação. Mais inadmissível ainda é que projetos desse tipo ainda sejam barrados no Congresso Nacional por causa da vontade individual.

Lilah, ninguém se preocupa em, pelo menos, argumentar coisas plausíveis. O que querem é apenas dificultar a vida dos gays. Preconceito puro. Nada mais.

Postar um comentário